Sementes Lúdicas para uma Vida Simbólica 

Reflexões e reverências biográficas

Autor: Mauro Bühler

Desenvolver o Ego é comprometê-lo com o cuidado e com o investimento em suas capacidades. Nós nascemos para fazer isso. O trabalho espiritual é um investimento de outra ordem, cuja envergadura requer que se dê conta do pequeno, do íntimo. Nossa grandiosidade é constituída de pequenas coisas.

O Ego é a parte responsável por cuidar da vida, ele deve se desenvolver atravessado pelo mundo. Que mundo? Este, onde nos encontramos subjetivamente e coletivamente, envolvidos com seus problemas e benefícios. Exatamente este, do qual quem sofre reclama e, por isso, o acessa pela via da expiação e não da criação.

Percebi que muitas pessoas queriam e buscavam a espiritualidade na esperança de que lhes retirassem a dor, a raiva, o medo e a tristeza; como se isso pudesse realmente lhes fazer um bem. Cada vez mais me impressionava como lutamos com a nossa alma e padecemos por conta disto. Como geramos nosso próprio sofrimento através de ilusões de poder que nos violentam, e como, infelizmente, a própria espiritualidade pode participar disto, propondo a expropriação do homem de sua humanidade e um mundo impossível de se viver.

Percebi que o mundo que virá será aquele deixado como legado por nós, é importante despertar um interesse genuíno pela vida e se comprometer com uma realidade que se empenhe no exercício da paz.

Onde? Aqui.
Quando?Agora.
Como? Como eu sou e você é.
Por quê? Assim nos reunimos.


Valor: 35 reais + frete.

Clique no link para adquirir seu exemplar: Círculo Aletheia

Acompanhe nossas redes sociais: